Raquel Guerreiro – Evangelismo Urbano

Olá irmãos!

Conheçam a Raquel Ovelha.

Serve como missionária urbana em Brasília pela Mocidade Para Cristo do Brasil.

linhas-elegantes-da-regua-12872661

 

MINHA MISSÃO PESSOAL

“Ser uma discípula de Cristo, adorar a Deus através do meu corpo, alma e espírito. O meu relacionamento com Deus sempre será a prioridade em minha vida, amarei a minha família com todo meu coração e farei com que eles saibam o quanto são importantes pra mim. Quero servir todos ao meu redor como Cristo faria, sem esperar nada em troca e com compaixão no coração.”

MINHA HISTÓRIA

(vai que alguém quer ler…)

Nasci em um contexto muito singular em 06 de fevereiro de 1985, depois de perder uma filha (Andréia) com apenas 4 anos, e estar com um filho doente, minha mãe descobriu que estava grávida de mim. Mesmo já sendo cristã ela se desesperou, não aguentaria sofrer mais nenhuma perda, durante toda a gravidez ela relutou, orou, quis abortar… Até que um dia ela teve um sinal de Deus. Em resposta a sua oração e desespero, Deus mandou uma mensagem através do meu tio, a mensagem era clara: não se preocupe, ela vai nascer perfeita. Para o homem havia 99% de chance de que eu nascesse com a mesma doença genética dos meus irmãos (meus pais são primos), mas a matemática de Deus funciona diferente.

Cresci em um lar estruturado e fui muito bem cuidada e educada pelos meus pais (Edna e Antônio). Quando eu tinha 5 anos de idade, faleceu meu irmão “Marquinhos” e agora éramos eu e meu irmão mais velho (José Carlos). Nessa idade você não lembra de muita coisa, mas algo que me marcou foi o enterro do meu irmão pra mim em um lindo jardim com muitas flores, nem na ponta dos pés conseguia olhar o caixão, minha mãe estava cercada de pessoas consolando seu coração e um coral cantava uma música dizendo: “Estou pronto pra subir, eu já tenho um novo corpo, posso ver Jerusalém”.

Cresci ouvindo essa história de como minha vida era um milagre, meu pai em suas pregações não hesitava em mostrar o que Deus tinha feito e sempre me fazia levantar para que as pessoas me vissem e eu lembro que morria de vergonha. Eu ficava maravilhada com essa história e muito grata a Deus pela oportunidade de viver. Meu sentimento sempre foi de que se Ele permitiu que eu fosse um milagre, eu gostaria de retribuí-lo com toda a minha vida.

Umas das melhores sensações que você pode ter é reconhecer o quanto é pequeno diante da grandiosidade de Deus e o quanto você precisa dEe. Foi quando eu tinha uns 13 anos que a “ficha caiu” pra mim ouvindo despretensiosamente a música “Preciso de Ti” do Diante do Trono. Foi um “aha-moment”!! A partir daí meu envolvimento com a igreja local se tornou gigantesco, aos 15 anos já liderava o louvor e mais tarde a equipe de jovens.

Eu era, e continuo sendo, muito apaixonada por Jesus. Poderia passar horas e horas no meu quarto orando, cantando e sonhando. Sonhava com almas, lembro que tinha lido um livro chamado “Evangelismo por Fogo” do Reinhard Bonke e ficava fascinada de quantas pessoas eram alcançadas pelas conferências e me sentia desafiada e incentivada a fazer alguma coisa. Meu sonho ainda é alcançar 1 milhão de almas até o dia em que morrer.

A minha juventude estava chegando e eu precisava escolher que curso fazer na faculdade. Eu amo esportes, amava Educação Física e pensei em cursar, mas não tive apoio dos meus pais. Outro curso que eu também me identificava por causa da questão de liderança era Administração, então escolhi fazê-lo e mais tarde me especializar em Marketing Esportivo para trabalhar com esporte mas… Deus mudou os meus planos. Eu gostava do meu curso, mas meu coração sempre achava que eu deveria estar fazendo mais pelo Reino, pensei em largar, fazer Teologia. Em algum culto na casa de alguém e em meio a esse dilema no meu coração, uma irmã me fala, parafraseando: “Deus sabe que você abre mão, mas Ele disse que é pra você terminar o que você está fazendo porque faz parte dos planos dEle” e só isso, só?! Eu com uma cara de estátua, chocada com o que tinha acabado de ouvir e sentindo uma paz instantânea no meu coração terminei o meu curso e acabei fazendo uma pós-graduação em Gerenciamento de Projetos.

Antes ainda de terminar o curso algo lindo aconteceu (tchan nam nam nam) eu conheci o amor da minha vida, Júlio. Essa é uma boa história que merece um capítulo a parte. Mas depois de 3 anos e meio de namoro/noivado nos casamos e foi nesse tempo que conheci a MPC (Mocidade para Cristo).

Em 2009 participei do meu primeiro treinamento e comecei a trabalhar integralmente no escritório em Brasília e foi quando nasceu o projeto Escola da Vida. A partir daí estive na liderança do projeto do EdV no Brasil e em junho de 2012 assumi a liderança da MPC Brasília. Então, algo lindo e chocante aconteceu: o nascimento da Lara em novembro de 2013, filha linda e maravilhosa, mas que foi um bebê desafiador. Quase 3 anos depois nossa segunda filha, Liz, nasce para alegrar ainda mais a nossa vida e curar o nosso medo de bebês. Hoje continuo na liderança da MPC Brasília e apoiando a equipe nacional do Escola da Vida. Mas a história ainda não acabou…

https://raquelmpc.blogspot.com.br/
Ofertas: Banco do Brasil | Ag. 3597-1 | CC. 7082-3 em nome de Raquel Chaves Guerreiro

Sobre missoesemsuasmaos

Missões em suas mãos nasceu da importância de considerar a caminhada.

Alguns missionários, por vezes, tem caminhado sozinhos. Considere algumas possibilidades de atitudes que podem ser adotadas para caminhar com um missionário!

Acompanhe aqui algumas histórias missionárias e se disponha a caminhar com algum deles.

Se importa? Faça contato com um missionário!

Sou Júlio e meu coração pulsa por caminhada!
Vamos conversar mais?

missoesemsuasmaos@gmail.com
+55 61 98147-2584 (Tim e WhatsApp) com Júlio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *